RESUMO DA TEMPORADA 2012-2013

RESUMO TEMPORADA 2012-2013

A temporada de 2012-2013 do New Orleans Hornets vai ser uma das mais lembradas da historia da Franquia, por 2  grandes motivos:
– a estréia do PF-C e  First Pick,  Anthony Davis na NBA
– a decisão de rebrand da Franquia, para New Orleans Pelicans

la-sp-sn-new-orleans-pelicans-nickname-2013012-001

Pelo lado dos torcedores, com a temporada em si, a campanha do time, as expectativas eram baixas. O Hornets que veio da quarta pior campanha da Liga na ultima temporada, fez uma grande reestruturação no seu Roster, com poucos jogadores que fizeram parte do time nos últimos anos, sendo que apenas Gordon era considerado titular, mas tinha jogado somente 9 partidas pela equipe; além dele, somente Vasquez, Henry, Aminu e Smith estavam na ultima campanha.
O que o torcedor estava ansioso para ver era Anthony Davis com a camisa 23 do time de NOLA, e ele só deu motivos de ansiedade para o torcedor poder acreditar num belo futuro.
Apesar de certa a vitória de Damian Lillard para o premio de Rookie Of The Year, Anthony Davis, fez uma temporada muito boa, com bons números, 13,5ppg, 8,2rpg, com ainda 1,8blocks por noite, e 1,2 steals.  
Davis teve minutos limitados durante a temporada, porque sofreu um pouco com lesões, e porque o Coach Monty Williams pensa acertadamente que ele ainda esta fisicamente frágil para enfrentar os jogadores  de hoje em dia na NBA.
No geral, seus numeros  o colocam como o vigésimo em rebotes de toda a Liga, e décimo em blocks.
Mas o garoto mostrou grande eficiência, comparando somente com os Rookies, Davis, foi o QUARTO em ppg,  SEXTO em FG%, LIDER em rebotes, blocks, steals e double-double.
Nos stat avançado de PER, seus número impressiona, ele é o DECIMO QUINTO de toda a NBA, e tambem lidera os novatos.

Davis e Tom Benson(dono da Franquia)

Davis e Tom Benson(dono da Franquia)

Sobre o time, em quadra, esperava-se mais defesa, já que o técnico da equipe é especialista nesse sentido do jogo, mas a defesa que se viu foi uma das piores de toda a NBA, e grandes mudanças devem ser feitas.
Ofensivamente apesar da limitação do time, e do próprio treinador o time ainda conseguiu ao menos “se virar”, graças grande parte da boa temporada de Greivis Vasquez e Ryan Anderson. Davis quando presente também foi muito importante, assim como Gordon, que quando em quadra, ajudou a abrir mais espaços para os companheiros, que todos sem excessao, apresentaram melhores números e rendimento.
Com o fim da temporada, o Hornets apresentou um record de 27 vitorias e 55 derrotas.

Stats do time:

– no sentido de arremessos,o Hornets foi o QUINTO time a menos arremessar, e pelo outro lado, o QUARTO time que mais permitiu seu adversario arremessar.
– em FG% o Hornets se coloca exatamente no meio da tabela, na POSIÇAO 15, com 44,8% de aproveitamento, mas permitiu aos adversários um aproveitamento de 47,1%, o que resulta na QUARTA pior média.
– nos arremessos de 3 pts, o time de NOLA, foi o DÉCIMO PRIMEIRO em aproveitamento, com média 36,3%; mas meter bola de 3 era coisa simples jogando contra o Hornets, e os adversários tiveram um aproveitamento de 37,4%, fato que deixou nosso time como TERCEIRO PIOR da Liga na defesa desse arremesso.
– a falta de agressividade a cesta, deixou o Hornets como o QUINTO time que menos foi a linha de FT, mas com um bom aproveitamento de 77,6%, bom para a OITAVA melhor media da NBA.
– nos rebotes, o Hornets teve a DÉCIMA SÉTIMA pior marca da Liga, com 41,6 rpg. O lado bom é que somos o SEGUNDO melhor time nos rebotes ofensivos com 12 rpg de média. Mas a falta de defesa, e o fato de permitir um bom aproveitamento dos arremessos de quadra aos adversários, resulta na QUARTA  pior média de rebotes defensivos da Liga, com apenas, 29,6 rebotes por noite.
– em assistências o Hornets tem a OITAVA MENOR marca da Liga, apesar da grande temporada de Greivis Vasquez, sendo o terceiro em assistências por partida de toda a NBA.
– a falta de defesa, e capacidade de sufocar o time adversário com defesa mais forte e agressiva, custa ao Hornets, a PIOR MÉDIA DE TODA NBA em steal per game, com apenas 6,3 roubadas de bola por jogo.
– nos blocks, o Hornets é o DÉCIMO PRIMEIRO colocado, com  5,4bpg, mas acaba sofrendo outros 6 bpg, fato que rende o posto de SEXTO PIOR no quesito.
– somos o DÉCIMO PRIMEIRO time que menos comete TO, e por outro lado, o TERCEIRO time que menos força TO dos adversários na Liga.

Como os Stats mostram, muito trabalho deve e precisa ser feito, para melhorar essa equipe, tando trabalho defensivo, como ofensivo, e isso começa na adição de novos jogadores, seja via Draft, seja via FA, ou seja via trade.
Tivemos uma temporada difícil, mas esperada, pelo fato do time estar passando por um rebuilding, mas ficamos na esperança de um futuro melhor.

Go Hornets
Go Pelicans

Anúncios

Sobre Kaio Kleinhans

Fisioterapeuta, 28 anos, fã de basquete desde criança, torcedor do Hornets e do Pelicans.
Esse post foi publicado em Resumo. Bookmark o link permanente.

3 respostas para RESUMO DA TEMPORADA 2012-2013

  1. Lucas Ottoni disse:

    Muito bom, Kaião. E os stats mostram bem o quão ruim foi o nosso time na temporada, e o quão bom o Anthony Davis será na NBA. GO HORNICANS!!!… rs

  2. Ricardo Faria disse:

    Nosso fracasso se resume a 2 nomes: Eric Gordon e Monty Williams.
    Já sabíamos que o time não faria nada esse ano…mas foi até aquém do que imaginávamos.

    Os stats que você postou Kaio, mostram quão falha foi nossa defesa esse ano.

  3. Ricardo Faria disse:

    acho que nunca tinha escrito “quão” em minha vida…quando o faço, vejo que o Lucas havia feito o mesmo =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s