JOGO 3 – HORNETS 86 VS 100 LAKERS

Apesar da vontade e esforço demonstrados, o Hornets esbarrou na diferença técnica entre os times e perdeu seu mando de quadra. O time não soube aproveitar muitas vezes as deficiências do adversário e desperdiçou uma boa chance de se manter bem na série. Agora o fundamental é ganhar o jogo 4 para retomar a confiança e, quem sabe, surpreender em LA novamente.



– O Jogo

O Hornets começou o jogo animado com a empolgação do público, atacando num ritmo intenso e brigando por cada bola. Porém, esse estilo dificultava a marcação, e o time via o Lakers inspirado no ataque. Mesmo assim, liderado por Ariza, seguia encostado no placar. Gasol mostrava os mesmos problemas já vistos na série, mas dessa vez Kobe Bryant estava com tudo para resolver. Seguindo nesse ritmo até o fim do período e apesar das jogadas mágicas de Paul, o Hornets cometia muitas “falta e cesta”, dando chance para a vantagem adversária se consolidar. Placar parcial: Lakers 30 x 23 Hornets.

Não conseguindo diminuir a vantagem de garrafão do Lakers e com Landry jogando pessimamente, o Hornets sofria para se manter vivo na partida ao menos. Bynum era cada vez mais dominante, transformando os erros do time em rebotes ofensivos e pontuando a seguir. Acertando um pouco a defesa, o jogo ficou um pouco mais parelho, com a diferença chegando a cair para 5 pontos. Gasol, apesar de alguns rebotes, seguia com uma atuação sofrível, dando oportunidades e esperanças ao Hornets. Contudo, com Okafor e Gray passando um trabalho imenso para segurar Bynum, o Lakers conseguiu ainda vencer o período por 2 pontos. O Hornets teria que voltar diferente para o segundo tempo se quisesse ter alguma chance. Placar parcial: Lakers 51 x 42 Hornets.

O terceiro quarto começou movimentado, logo Kobe acertou 2 bolas de 3, porém o Hornets soube responder rapidamente. Okafor também parecia mais ligado no jogo, acertando na marcação de Bynum e até mesmo fazendo alguns pontos. Além disso, o time voltou mais motivado, deixando o Lakers um pouco nervoso. Apesar da vontade e da melhora, o Lakers conseguia se manter com certa tranquilidade na partida, sempre com 6 pontos de vanatgem ao menos. O Hornets precisa de uma bola de 3 de Green ou Belinelli pra encostar de vez no marcador. Com isso, depois de muita briga e alguma melhora, o período acabou com uma vantagem de 7 para o Lakers. Situação complicada, mas possível para o Hornets. Placar parcial: Lakers 75 x 68 Hornets.

Para piorar ainda mais o cenário, o Hornets começou o período final conseguindo tomar 2 bolas de 3, sendo uma de Gasol. Além disso, o time não conseguia mais pontuar, e viu o Lakers dobrar sua diferença. Com a desvantagem em 14 pontos e o tempo se esgotando, o jogo já estava perdido. Restava torcer para uma vitória no jogo 4, em New Orleans, e continuar dificultando a vida de um dos melhores times da NBA. Placar final: Lakers 100 x 86 Hornets

– Destaques:

*Hornets:

– Chris Paul: 22 pts, 8 ast, 5 rebs, 2 stls;

– Trevor Ariza: 12 pts, 12 rebs, 4 stls, 2 blks;

– Carl Landry: 23 pts, 5 rebs;

*Lakers:

– Kobe Bryant: 30 pts, 6 rebs;

– Andrew Bynum: 14 pts, 11 rebs;

– Pau Gasol: 17 pts, 10 rebs;

– Público: 18,340

– JOGO 4: domingo, 24/04/11, New Orleans Arena

Anúncios

Sobre Rafael Bittencourt

Gaúcho, 19 anos, estudante de Engenharia de Computação. Torcedor do Hornets desde 2007, atraído pelas atuações do MVPaul. Através de pesquisas e vídeos, tem David West como ídolo e como maior nome da história da franquia.
Esse post foi publicado em Resumo e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s