RESUMO – HORNETS 103 X 114 NUGGETS

Jogando 36 minutos apáticos, o Hornets não conseguiu reverter uma grande desvantagem no último período, o único que jogou realmente. A equipe permanece nessa 6º colocação do Oeste, e, definitivamente, passa a brigar por essa posição mesmo.

– O Jogo

O Hornets começou arrasador no jogo, abrindo logo 11 x 2 no placar. Porém, o Nuggets logo conseguiu tirar essa diferença devido aos incríveis erros no ataque da equipe de NOLA. Faltando 4 minutos para o final do período, Okafor faz sua 2ª falta em Nenê, que empata o jogo numa jogada de 3 pontos: 13 x 13. Já no ataque seguinte, Ariza briga pela bola e consegue dar a assistência para West colocar o time novamente na frente. As duas defesas jogavam com toda a força, dificultanto demais a pontuação de ambos os times. Apesar dos 9 turnovers, o Nuggets conseguiu virar o jogo para 20 x 17. CP3 roubava muitas bolas, mas não conseguia consolidar os pontos no contra-ataque. No fim, o time de Denver conseguiu sair na frente, com a ajuda de duas bolas de 3 de Felton, 23 x 21.

No início do segundo quarto, Willie Green tratou de empatar o jogo. Contudo, JR Smith resolveu aparecer, acertando mais duas de 3 e deixando o Nuggets na liderança por 6 pontos. Mesmo com 3 pontos de Pondexter, a diferença não diminuia. Green era o único a conseguir pontuar, baixando a desvantagem para 6 novamente. O Hornets cometia muito erros ofensivos, o que atenuava as bobagens do Nuggets e os deixava tranquilos na liderança. A diferença alcançou 12 pontos e parecia que ia aumentar. Mas MVPaul e BeliSHOW reduziram-na pra 6 rapidinho. Mesmo assim, a defesa do Hornets passou a comprometer, fazendo muitas faltas e deixando, assim, o Nuggets pontuar. Para desespero da torcida, a vantagem do time visitante subiu para 15. Landry e CP3 conseguiram ainda 5 pontos no minuto final, entretanto Lawson acertou, com 0.1s no relógio, mais uma de 3, deixando a  diferença em 13, 58 x 40. O Hornets teria que vir diferente se quisesse lutar ainda por essa importante vitória.

Apesar de melhorar bastante no ataque, o Hornets continuava sofrendo com as cestas de 3 do Nuggets. Com isso, a diferença era impossível de ser retirada, muito pelo contrário, logo ela foi pra 18. Mesmo com alguns bons momentos, o FG% do Nuggets era algo incrível, deixando o jogo impraticável. Dessa vez o mérito ofensivo do adversário foi maior que uma possível fragilidade defensiva do Hornets. A grande diferença, também, estava na vontade, o Denver entrou para uma decisão, e o Hornets para um jogo normal. Com 19 pontos de diferença, o jogo já estava acabado e o último período seria apenas para cumprir tabela.

Tentando o último milagre, o Hornets voltou com Landry e Smith no garrafão, reduzino o massacre para 16, ainda complicado. Mesmo empregando um ritmo forte, o azar teimava em estar do lado do Hornets. JR Smith mantinha o Nuggets com o controle do jogo, mas o resto do time já tinha entrado em pane. Com 5 minutos para o fim, a diferença estava em 13 pontos. Apesar de reduzir a desvantagem, a vitória não veio. Fica a lição de jogar com a mesma garra durante todo o tempo e não vacilar contra adversário desse nível. Placar final: 114 x 103.

– Destaques:

*Hornets:

-> Chris Paul: 27 pts, 10 ast, 5 reb, 7 stl;

-> Willie Green: 18 pts;

*Nuggets:

-> Ty Lawson: 23 pts, 10 ast;

-> Wilson Chandler: 21 pts, 7 reb;

-> JR Smith: 18 pts;

-> Raymond Felton: 22 pts, 12 ast;

– Público: 11,782

– Próximo jogo do Hornets: quarta-feira, 16/03/11, vs Suns

Anúncios

Sobre Rafael Bittencourt

Gaúcho, 19 anos, estudante de Engenharia de Computação. Torcedor do Hornets desde 2007, atraído pelas atuações do MVPaul. Através de pesquisas e vídeos, tem David West como ídolo e como maior nome da história da franquia.
Esse post foi publicado em Resumo e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para RESUMO – HORNETS 103 X 114 NUGGETS

  1. Lucas Ottoni disse:

    “Dessa vez o mérito ofensivo do adversário foi maior que uma possível fragilidade defensiva do Hornets. A grande diferença, também, estava na vontade, o Denver entrou para uma decisão, e o Hornets para um jogo normal.”

    Exatamente… O Belinelli caindo sozinho e o West tirando o pezinho da bola pro Ty Lawson salvá-la resumem o q foi o HORNETS HJ (exceto CP3)… sem querer tirar os méritos do Denver, que estava em uma noite iluminada… o q os caras jogavam pra cima caía

    Mas esse seu trecho resume tudo, Rafa… PERFEITO

  2. Bruno Huth disse:

    o pior é q perdemos logo akele jogo q não podia perder de jeito nenhum, gurizada.. em casa, contra um rival direto.. ah, hornets…

  3. Augusto Raffaell disse:

    O Denver foi quase perfeito em tudo que fez. Mas nosso time ficou muito aquem do que pode fazer. Nao tivemos a mesma vontade de vencer de outras partidas, o time estava apatico demais, sem raça.

    Pra mim, o UNICO ponto positivo do jogo foi o CP que voltou a pontuar como antigamente, que chamou a responsabilidade pra ele e que teve vontade de vencer.

    Ariza tirou ferias em plena temporada regular
    Okafor voltou Okalixo
    West esta irregular demias nos ultimos jogos. (mas tem credito, e muito)

    E um time que quer chegar aos off’s pensando em ganhar, nao pode levar 17 bolas de 3pts. alguem tem que marcar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s