RESUMO – MAGIC 93 X 99 HORNETS

Com uma vitória inesperada, o Hornets acabou com a série de derrotas seguidas ao ganhar do Orlando Magic na noite dessa sexta-feira. Com uma atuação de gênio de Green e a volta do melhor defensor do time, a equipe reafirmou sua força na NBA e conseguiu sua 33ª vitória, se consolidando na 5ª colocação do Oeste.

– O jogo

Surpreendendo até o site da NBA, Ariza retornou. Assim, a esperança de quebrar a sequência de quatro derrotas consecutivas voltou para a equipe de New Orleans. Logo de início, o Magic já mostrava a que vinha: enterradas e mais enterradas do super-pivô Dwight Howard. Turkoglu era outro que parecia afiado para o jogo, não errando nenhum arremesso no primeiro período. Porém, o Hornets também tinha suas armas, Willie Green, muito bem com sua nova titularidade, acertava TUDO. Com a volta de Ariza, o time parecia ter ganho novas energias e jogava com inteligência, explorando as fraquezas do Magic: Howard na linha de lance-livre. Desse jeito, com mais um buzzer beater de Chris Paul, o Hornets acabou o período na liderença: 28 x 24.

No segundo quarto, Jack finalmente resolveu reaparecer no time, jogando muito bem – sem suas infiltrações toscas – e acabou liderando o time em pontuação, chegando aos 13 pontos e com apenas um arremesso errado. O Magic, entretando, permanecia encostado no placar, abusando da velocidade de Earl Clark e dos passes precisos de Gilbert Arenas. Além disso, as bolas de 3 de JJ Redick finalmente começaram a cair, mantendo o time vivo no jogo. Com 2 minutos no relógio, o Hornets resolveu mandar D12 para os lances-livres a cada ataque, parando as bolas de 3 do Magic e a pontuação adversária. Assim, com duas jogadas de 3 pontos seguidas para Jack, a vantagem do time visitante foi para 11 pontos. Com 2 Fts certos, no fim, Howard ainda conseguiu diminuir a diferença para 9: 61 x 52.

Voltando dos vestiários, Howard seguia com sua imensa no garrafão, mas Green estava demais no jogo e mantinha a vantagem em 10 pontos. O Magic tinha acertado a defesa, mas errando demais dos 3 pontos, a vantagem se mantinha para o Hornets. Porém, logo o ataque visitante parou de funcionar e Ryan Anderson começou a acertar seus chutes. Com isso, a diferença caiu para 5 pontos, e Monty foi obrigado a pedir tempo. As duas equipes erravam demais, devolvendo a posse de bola ao adversário rapidamente. Após uns 2 minutos de erros alternados, Earl Clark voltou a pontuar e a diferença foi para apenas um ponto. Logo no ataque seguinte, Belinelli resolve aparecer e acerta uma de 3. Porém, com 2 chutes espíritas, Arenas empata a partida: 80 x 80, tudo igual para o último período.

Com muitos turnovers logo de início, o Hornets perdeu rapidamente a liderança e a desvantagem foi para 4 pontos. Contudo, o Hornets tinha Willie Green, e com season-high, mantinha o time no jogo: 91 x 91. Mantendo esses placar por 3 minutos, os times erravam demais, nada dava certo. Com cerca de 2 minutos para o fim, West acerta uma cesta importante, colocando novamente o Hornets em vantagem. No ataque seguinte, Gray consegue um ótimo toco, e o Magic sai zerado novamente. Mesmo com os erros seguidos de ambos ataques, Green se destacava, botando 4 pontos de vantagem para o Hornets. Magic continuava há 5 minutos sem pontuar e com a posse de bola para os 30 segundos finais. Com uma cesta fácil de Redick a diferença cai para 2 pontos. Logo na saída de bola, o Magic coloca West na linha de lance-livre. West acerta apenas um. Na reposição de bola, Turkoglu comete um erro ridículo: BOLA DO HORNETS -> VITÓRIA DO HORNETS.

– Destaques:

*Hornets:

-> Willie Green: 24 pts;

-> David West: 17 pts, 17 rebs;

-> Chris Paul: 15 pts, 7 assists;

*Magic:

-> Dwight Howard: 20 pts, 17 rebs;

-> Earl Clark: 14 pts;

-> Hedo Turkoglu: 16 pts, 6 rebs, 5 assists, 4 TO;

– Público:  18,944

Próximo jogo do Hornets: sábado, 12/02/11, vs Bulls

Anúncios

Sobre Rafael Bittencourt

Gaúcho, 19 anos, estudante de Engenharia de Computação. Torcedor do Hornets desde 2007, atraído pelas atuações do MVPaul. Através de pesquisas e vídeos, tem David West como ídolo e como maior nome da história da franquia.
Esse post foi publicado em Resumo e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para RESUMO – MAGIC 93 X 99 HORNETS

  1. Samuel disse:

    Maravilha!

    GREEN eh gênio mesmo!!!

    “we stay strong, and we stay together” palavras de CP3 após o jogo!

    q venha o Bulls!!

    GO GO HORNETS!!!!!!!

  2. Léon Matheus disse:

    Grande vitória, pra espantar a má fase! Ariza voltou jogando muito defensivamente e quando Okafor voltar, ficará melhor ainda.

    Sobre o blog, tá muito legal de se ler, muito animante.

  3. Lucas Ottoni disse:

    Resultado inesperado. Uma bela surpresa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s