RESUMO – WARRIORS 103 x 112 HORNETS

O New Orleans Hornets (31-16) confirmou sua excelente fase e fez mais uma vítima na noite desta quarta-feira (madrugada de quinta no Brasil). Jogando na ORACLE Arena, em Oakland, o time dos zangões atingiu a marca histórica de 10 triunfos consecutivos na temporada 2010/11 da NBA ao derrotar o Golden State Warriors (19-26), por 112 a 103. Com isso, a equipe da Louisiana passa a ocupar novamente a 3ª colocação da Conferência Oeste na corrida pela vaga aos playoffs. Vamos ao resumo!

– O jogo

O Hornets iniciou sua visita a Oakland sem muitas cerimônias. Atento na defesa e mortal nos contra-ataques, o time logo abriu uma ótima diferença de 21 a 8 em apenas seis minutos. A defesa do Warriors marcava mal e cedia espaços generosos às jogadas tramadas por Chris Paul. Como resultado, todos os jogadores do quinteto inicial do Hornets pontuaram logo no início do duelo, forçando o técnico Keith Smart a parar o jogo por duas vezes.

Após a segunda parada técnica, David West, que acertava seus jumpshots e infiltrava sem muitas dificuldades, cometeu duas faltas e foi para o banco de reservas. Contudo, nem assim o Warriors conseguiu equilibrar as ações. Apesar dos nove pontos de Monta Ellis, quem ditava o ritmo do duelo era Chris Paul, que distribuiu 8 assistências somente no primeiro quarto. O Hornets fez 34 a 21 e largou com boa vantagem.

No segundo quarto, o Golden State passou a aproveitar os muitos erros que o Hornets cometia no ataque e acabou diminuindo a diferença para 10 pontos, com o armador Stephen Curry no comando: 38 a 28. No entanto, a bela atuação defensiva de Trevor Ariza, com 3 roubadas de bola, fazia o Hornets se manter na dianteira.

Mas a tranquilidade não durou muito tempo. Os zangões seguiram errando demais e permitiram uma corrida de 12 a 0 ao Warriors. Com isso, os donos da casa reduziram o placar a apenas 3 pontos, 38 a 35, com boas jogadas do ala Dorell Wright.

Entretanto, uma bela enterrada de Emeka Okafor foi o combustível que o Hornets precisava para não perder de vez o controle do jogo. Chris Paul retornou à quadra, e o time passou a dominar novamente as ações. Com 2:30 por jogar no segundo quarto, Ariza interceptou um passe de Andris Biedrins e obteve sua quarta roubada de bola. Em seguida, ele puxou o contra-ataque e achou Marco Belinelli, que converteu um arremesso de três e abriu nova vantagem para o Hornets: 51 a 39.

Monta Ellis comandou o time da casa nos minutos finais do segundo quarto e terminou a primeira metade do jogo com 19 pontos. Apesar disso, a frágil defesa do Warriors facilitava a vida dos visitantes, que foram para o intervalo vencendo por 61 a 49, com um show de Chris Paul: 10 pontos e 10 assistências, um double-double.

A equipe de New Orleans voltou do intervalo disposta a viver fortes emoções. Errando muito no ataque, o Hornets permitiu ao Warriors uma recuperação rápida. Com 8:14 por jogar no terceiro quarto, a vantagem que era de 12 pontos já havia caído para apenas cinco: 61 a 56. Festa dos torcedores do Golden State.

Porém, contando mais uma vez com ótima participação de Trevor Ariza, o Hornets voltou a reagir e foi se mantendo à frente no placar: 79 a 66, com 4:59 no relógio. Duas lindas pontes aéreas ligadas por Paul, para Okafor e depois para Ariza, mostraram que os zangões não estavam dispostos a ceder uma nova recuperação ao rival de Oakland.

O Hornets chegou a abrir 20 pontos no início do último quarto, fazendo 97 a 77. Com os reservas em quadra, o time da Louisiana soube administrar bem a vantagem para não permitir que o Warriors reagisse no fim do jogo. Restando 5:51 no relógio, Jarrett Jack e Marcus Thornton acertaram a mão, e os zangões foram mantendo os mesmos 20 pontos de diferença: 104 a 84.

Desnorteado, o Warriors buscava atacar de forma precipitada e cometia vários erros. Com o cestinha Monta Ellis no banco e o reserva Acie Law entrando bem no jogo, o Golden State ainda tentou buscar uma reação, mas era tarde. O técnico Monty Williams recolocou seus titulares em quadra, e o Hornets continuou pontuando bem até o fim, fechando a partida em 112 a 103 e garantindo a décima vitória consecutiva.

Destaques:

* Hornets

– Chris Paul -> 7-9, 18 pontos, 17 ast, 6 TO;

– David West -> 8-12, 22 pontos, 2 ast, 5 rebotes;

– Trevor Ariza -> 7-11, 19 pontos, 7 rebotes, 4 roubos;

– Emeka Okafor -> 6-8, 13 pontos, 7 rebotes, 2 tocos

* Warriors

– Monta Ellis -> 8-13, 26 pontos, 5 ast, 3 TO;

– Stephen Curry -> 8-13, 20 pontos, 6 ast, 5 TO;

– David Lee -> 7-15, 16 pontos, 10 rebotes, 5 TO;

– Dorell Wright -> 10-15, 25 pontos, 3 ast

Público: 18.108 pessoas.

Próximo jogo do Hornets: sábado, 29/01, @ Sacramento.

Anúncios

Sobre Lucas Ottoni

Carioca, 31 anos, jornalista. Torcedor do Hornets desde 1995, quando a franquia ainda se localizava em Charlotte. Acompanhou jogadores como Larry Johnson, Muggsy Bogues, Dell Curry, Glen Rice, Vlade Divac, David Wesley, Eddie Jones, Jamal Mashburn e Baron Davis brilharem com a camiseta dos zangões. Também vibrou com a dupla Chris Paul e David West na terra do jazz. Em 2010, assistiu a 3 jogos do Hornets, ao vivo, na New Orleans Arena.
Esse post foi publicado em Resumo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para RESUMO – WARRIORS 103 x 112 HORNETS

  1. muito bom o resumo, lucas

  2. Bruno Huth disse:

    nao vi o jogo. me guiei pelo resumo de vcs q está ótimo. excelente trabalho, guris

  3. Samuel disse:

    mto bom!
    GO HORNETS!!

  4. Augusto Raffaell disse:

    Uma vitória pra embalar de vez nossa campanha, rumo a vitoria contra o Kings

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s